• 17Jun
    Categories: Guests Comments: 4

    muamba1
    DJ Fepa, mentor do Muamba Sounds e um dos principais nomes da cena ragga/dancehall brasileira, é o convidado da vez no CIGANO.ORG. Confira a entrevista exclusiva além de um mix pra lá de dançante. Fire in your audio player!!!

    Guests 007 – Muamba Sounds (Ragga/Dancehall) – DJ Fepa

    Tracklisting:
    1. Tarrus Riley – Beware – Cannom
    2. Collie Buddz – Let Me Know – Massive B
    3. Chezidek – Call Pon Dem – Massive B
    4. Burro Banton – Garrison – Massive B
    5. Morgan Heritage – Rootz Raid Dance – VP
    6. Chuck Fender – Hurry & Come Home – Birchill
    7. Alborosie & Nickie – I don`t wanna let you Go – Birchill
    8. Junior X – Hustler – Birchill
    9. Anthony B – Striving – No Doubt
    10. Morgan Heritage – Nothing to Smile About – No Doubt
    11. Richie Spice – Plane Land – No Doubt
    12. Capleton – Same Old Story – No Doubt
    13. Tarrus Riley – Protect Your Neck – Fat Eyes
    14. Ray Darwin – Peoples Choice – TADs
    15. Collie Buddz – Blind to You – Black Chiney
    16. Ruben Silva – Inner Peace & Love – Roots Garden
    17. Collie Buddz – Mary Jane – Black Chiney
    18. Tony Curtys – Mr Law – Pull Up Selecta

    AUDIOICON
    (para ouvir o set mixado clique em audio para abrir o player)
    para baixar o set mixado clicar em audio, logo após irá abrir a opção download, com o botão direito do mouse selecione a opção, salvar como

    Interview:
    djfepa

    CIGANO.ORG) Em primeiro lugar é um prazer enorme para nós estarmos te entrevistando Fepa seja bem vindo!
    O prazer é todo meu!

    CIGANO.ORG) Fepa o que é o muamba sounds, o que consiste sua ideologia ? Quais outros projetos você mantém ativo ou participa ?
    Muamba Sounds é um sound system “sem o system”. É um projeto baseado nos sound systems jamaicanos, mas com a diferença de que não tenho as caixas de som. A idéia é difundir as diversas vertentes do Reggae pelo Brasil, vinculando o som a uma “marca”, que espero seja sinônimo de qualidade.  As principais características do Muamba são as mixagens no estilo juggling e os dubplates com os maiores artistas de reggae do mundo.
    Hoje o Muamba é o único projeto que dou atenção verdadeira e o que me dá mais prazer em fazer.

    CIGANO.ORG) Qual cidade no Brasil você acha que tem uma receptividade maior para festas dancehall/ragga ? Desde que você começou a sua carreira como DJ qual a melhor festa que você já tocou ?
    Gosto muito de tocar no interior de São Paulo, onde tive gigs memoráveis.  No Rio também tem muita gente que curte o ragga/dancehall, principalmente a mulherada.  Felizmente a coisa tem melhorado bastante em Sampa também, onde o público começou a ser mais cabeça aberta.
    Sobre a melhor gig, sempre é complicado escolher uma, mas abrir pro Altern 8 foi inesquecível.  Adoro tocar na festa Java, do Dubversão. Outro momento inesquecível foi o Carnareggae 2009, em São Carlos.

    CIGANO.ORG) Quais artistas brasileiros e gringos, tem chamado sua atenção ? E quais núcleos representam bem a cultura dub/dancehall/ragga no Brasil?
    Os clássicos nunca deixam  de chamar minha atenção. Dos nomes mais recentes, gosto muito de Mavado, Serani, e Demarco. Aqui no Brasil tem muita gente produzindo e tocando as vertentes mais modernas da música jamaicana. Eu particularmente não sou muito fã dos cantores e MCs nacionais, mas respeito e dou muito valor ao trampo deles. O cantor que mais curto é o carioca Jeru Bantu, que realmente representa. Felizmente a cultura sound tem crescido muito no Brasil e hoje contamos com diversos sounds de qualidade. E o melhor é que finalmente existe uma diversidade de estilos de sounds, com características próprias. Só pra citar alguns, destaco o Dubversão (SP), Reggaematic (SP), Quilombo Hi-Fi (SP), Jurassico (SP), DigitalDubs (RJ), Dub Foundation (CE) e Ganja Groove (São Carlos).

    CIGANO.ORG) A violência urbana que só aumenta nos centros urbanos é possível reverter essa situação com  a música ? A cultura jamaicana de simplicidade no jeito de viver no melhor sentido “paz e amor” pode nos ensinar alguma coisa ?
    Acredito que é possível sim reverter essa situação que vivemos, mas não exclusivamente com a música.  A música tem seu papel, mas essa é uma questão complexa demais. Acredito que a cultura rasta, que prega a boa convivência entre os seres, pode influenciar a juventude.  Só não podemos esquecer que boa parte das letras de ragga e dancehall pregam a violência, homofobia,  putaria, etc.

    CIGANO.ORG) Você acha que o dubstep é a vertente da música eletrônica que mais se aproxima com as sonoridades reggae ? Ou podemos dizer que ainda o drum n bass / old scholl jungle ainda predomina em samples e músicas existentes?
    Pra ser bem sincero, pra mim tudo é reggae (rs). Acho que esses estilos que você citou são mais três das incontáveis ramificações do reggae. Mas se for pra escolher uma eu acho que o jungle/dnb tem mais a pegada do que o dubstep.

    CIGANO.ORG) Obrigado pela entrevista Fepa e pode dizer para todos os visitantes do CIGANO.ORG os artistas que nunca saem do seu case ?
    Eu é que agradeço a oportunidade de divulgar o Muamba. Pra saber mais sobre o Muamba, check it:www.myspace.com/muambasounds.Os artistas que nunca saem do meu case são: Buju Banton, Sizzla, Capleton, Garnett Silk, Cutty Ranks, Shaggy, Shabba Ranks, Bennie Man e muitos, muitos outros.

    DJ Fepa
    www.myspace.com/muambasounds
    www.myspace.com/trintae4a
    www.myspace.com/fepa34a

    Similar Posts:

4 Responses

WP_Floristica

Leave a Comment

Please note: Comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.